ESG: três letras com um enorme significado para o mercado financeiro

22 de julho de 2021
Por Bia Santos
Você conhece ou já ouviu falar no termo ESG? Essas três letras têm uma importância enorme no mercado financeiro e nós vamos explicar o motivo. Passe um cafezinho e acompanhe esse conteúdo que preparamos para você! 😉

Antes de tudo, você precisa entender o que é ESG

A sigla ESG significa environmental, social and governance, que em tradução para o português significa: “ambiental, social e governança”.

Ela representa o conjunto de práticas ambientais, sociais e de governança que são usadas para guiar empresas e investidores no mercado financeiro.

Vamos explicar abaixo, então, o que significa cada um desses três critérios:

  • Ambiental

Nesse caso, a empresa se preocupa com questões ambientais como emissão de CO², eficiência energética, uso adequado de recursos naturais, descarte correto de resíduos, preservação do meio ambiente, etc.

  • Social

A empresa respeita e se preocupa com os colaboradores, atua de acordo com as leis trabalhistas, promove o bem-estar, a diversidade e a inclusão no ambiente corporativo e contribui com a comunidade (faz trabalhos voluntários e ações filantrópicas).

  • Governança

A organização adota as melhores práticas de governança corporativa, como diversidade no conselho, treinamento de lideranças, transparência na prestação de contas à sociedade, combate à corrupção e atua com ética.

Mas por que ESG está tão em alta?

A primeira coisa que vale a pena compartilhar é que o comportamento do consumidor e do investidor mudou. Você já deve ter percebido isso, certo? 👀

Hoje, os consumidores são engajados em causas sociais e ambientais, e exigem que as empresas adotem práticas mais sustentáveis para a sociedade, o que tem tudo a ver com o movimento ESG.

De acordo com um estudo realizado pela First Insight, publicado no início de 2020, a geração Z (nascidos entre 1995 e 2010) está tomando mais decisões de compras com base em práticas sustentáveis: 62% dos participantes dessa geração preferem comprar de marcas que se identifiquem e se preocupem com esses temas.

O fato é que essa nova maneira de consumir tem influenciado, também, o mercado. Assim como os consumidores, o investidor não quer mais considerar apenas o lucro na hora de aplicar o seu dinheiro. Agora, ele avalia se a empresa investe em uma governança transparente e responsabilidade socioambiental.

E isso vem de fato acontecendo! No Brasil, uma Pesquisa de Sustentabilidade da ANBIMA mostrou que 85,4% dos gestores de investimentos do país sabem o que é ESG e usam os critérios para tomar melhores decisões.

Em outras palavras: o mercado financeiro percebeu que está na hora de valorizar as empresas éticas e responsáveis social e ambientalmente.

Sendo assim, se a sua empresa, independente do porte que for, está buscando uma forma de se diferenciar dos concorrentes e garantir bons resultados, investir em ESG é a resposta!

Chegamos, então, na pergunta do milhão:

O que empresas e investidores ganham com o movimento ESG?

Pense com a gente… Se você é uma empresa que promove a sustentabilidade, questões sociais e a governança, isso significa que está melhorando o mundo e, claro, a reputação da sua organização. Afinal, seu negócio passará uma imagem muito mais positiva para o mercado e vai atrair cada vez mais consumidores.

Com mais consumidores olhando o seu negócio, isso se traduz em mais vendas e engajamento. Consequentemente, isso gera bons retornos financeiros e aumenta a receita. Muito bom, né? Só vantagens!

Os investidores, por sua vez, também são beneficiados financeiramente, já que estão apostando em empresas com potencial de crescimento no mercado.

Mas calma! Caso ainda não invista em empresas com esse perfil, não se preocupe. Você pode começar aos poucos. E, para isso, resolvemos listar alguns critérios que são importantes para você estar minimamente alinhado com o ESG. Tá preparado? Confira! 🥰

Como posso me tornar uma empresa adepta ao ESG?

  • Comece a utilizar energias renováveis
  • Descarte corretamente o seu lixo
  • Seja sempre transparente na divulgação das informações da sua empresa
  • Respeite seus clientes, colaboradores e consumidores
  • Promova o crescimento dos seus profissionais: treinamentos são uma ótima opção para começar
  • Crie um ambiente que seja agradável de se trabalhar
  • Invista na diversidade e na inclusão, tanto entre as equipes como na alta liderança
  • E por aí vai…

Barkus + ESG

Você sabia que a Barkus também faz parte desse movimento? Nós fomos listados em relatório do ACE Cortex como uma das startups que desenvolvem soluções com foco no meio ambiente, questões sociais ou em melhorias na governança de companhias de grande porte. Das 343 startups brasileiras mapeadas, estamos entre as 180 que atuam com soluções de impacto social. O relatório também traz os principais acontecimentos, dados, índices e conceitos ligados ao ESG no Brasil e no mundo. Para aprender mais sobre o tema, clique aqui!

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin